Herança a preservar

Podemos sempre, na verdade, rever valores! Todos os homens têm a sua tribo e gostam de ser reconhecidos nela.

Miguel Bastos Araújo (Prémio Pessoa 2018), Expresso, 18.12.23

 

Anda nos meios de comunicação social em Portugal uma publicidade a um automóvel que poderia muito bem ser mote, por estes dias estranhamente necessitados de protagonismo em Guimarães: comece do zero.

E, diz a publicidade – sublinho, a publicidade – 0% de juros e 0% de TAEG.

Mas atenção! Há um asterisco pequenino nos zeros.

No rodapé fica tudo mais claro.

Os zeros são enganadores, não são?

Seja onde for ou tenham a roupagem que tiverem!

Anúncios