olhar torrencial

a palavra nua é mais rigorosa; e o tempo

que não estica! – afasta-se o sonho

na hora da criação

perceberás que a razão nunca se enamorou

com a fantasia – sabes

 

há vinho entre a poesia e a nossa mesa!

as nuvens adensam-se; nós em silêncio

o mar?

a palavra nua; fria. húmida

tão rigorosa. e o tempo. ali

na espuma fria do mar. não se vê a razão

 

apenas o vinho; ligando

a poesia; a fantasia e o mar.

 

Anúncios