Alma indomável

Um povo culto é um povo livre e tem mais capacidades para vencer na vida.

Álvaro Covões, Sol, 18.11.16

 

Uma peça com a assinatura do Joaquim Martins Fernandes no Diário do Minho (18.12.05) – câmaras do minho investem 87 milhões na cultura e no desporto – não deixa dúvidas sobre as apostas culturais em Guimarães: a câmara municipal de Guimarães foi a que canalizou mais dinheiro para a cultura (7,67 milhões) em 2017, segundo o Instituto Nacional de Estatística (INE).

Boa! E não é só pelos valores investidos (financeiros; claro!) é, mais uma vez, a aposta correta, certeira e bem direcionada para as pessoas, na criação e na criatividade e no fruir das coisas boas que todos precisamos para viver. Em harmonia e, principalmente, no desbloquear das dores diárias.

Pena é que seja um jornal fora de Guimarães a mostrar-nos esta linda realidade; sendo certo que no sítio intenet do INE a realidade está esplanada.

Ah! Seguem Guimarães os municípios de Ponte de Lima e de Vila Nova de Famalicão.

Anúncios