Aparições da sombra

O sofrimento pode conduzir a uma revolução

Alberto Mauguel, E, 18.04.28

 

Dois olhares a reter com toda a atenção neste (quase) final de ano.

O primeiro vai de encontro aos olhares da semana passada. A Europa está em crise e o sistema partidário português, mesmo que fossilizado e abrigado da intempérie na ponta da Ibéria, conhecerá certamente profundas alterações. (editorial, Expresso, 18.12.15)

O segundo é mais caseiro; menos preocupante e totalmente certeiro: como é hábito na época baixa, Bombeiros e Governo travam-se de razões em jogos florais bem rasgados. (Paulo Paixão, E, 18.12.15)

Em matéria de incêndios prefiro os jogos florais porque a realidade político-social que (já) nos cerca e que invadirá os nossos dias será mais destruidora do que os incêndios de verão.

Anúncios