de um lugar estranho

a mesa acabou; está fria

morta – era a minha mesa na varanda

onde todos os silêncios ganhavam formas

deliciosas do desejo, de nós: de cores e devires

suporte total da criação!

 

morreu. cinzenta – a sua cor de nascença

vai, agora para espaços destruídos; destruidores

 

jamais verei a minha mesa; cariando-me

Anúncios