Ai estes machitas

werwerwetrewr

Ainda acredito na dignidade.

Béla Tarr, E, 18.03.10

Há realidades que ou fazemos de conta que não vimos ou escondemos do nosso pensamento.

Realidades que, disseram-nos sempre, são coisas de novatos em bicos de pé.

Infelizmente há realidades violentas; tremendamente discriminatórias.

Não? Olhemos este título do jornal Público (18.08.09): Universidade japonesa inflaciona notas de homens para ter menos mulheres como alunas.

Importa ler com atenção o texto, com assinatura de Elaine Lies pode ler-se que “a prestigiada universidade de Tóquio revela os profundos problemas de desigualdade na sociedade nipónica.

Mas será que alguém – no ocidente – vai valorizar esta triste realidade?

Anúncios