Descentralização com aviso?

tvi24.iol.pt

Os estados hoje são subordinados a um poder financeiro que se sobrepõe às escolhas democráticas.

João Arriscado Nunes, in Público, 18.07.27

1. Leio no jornal Público (18.08.03) que o senhor presidente da República promulga descentralização, mas com aviso e fico à espera do que o resto do texto me dirá; o primeiro impacto tinha sido de espanto e ira.

Ah! Quando leio que o veto ao alargamento do direito de preferência dos inquilinos foi aplaudido por proprietários e inquilinos fico em polvorosa.

2. O espetacular – sim!, é essa a palavra para definir o ator que aparece em todos os filmes, não é? – presidente da Republica do meu país, está em todas. E tanta presença só pode cansar! Ou desacreditar

Quero lá saber da cor do calção com que mergulha no maior rio que atravessa o meu país ou no ribeiro mais pequenote do interior; mas tanto espetáculo, caramba! Apesar de o calor agitar realidades que nos escapam.

3. Quero mesmo é perceber se o presidente da República do meu país quer descentralizar as parvoíces do poder politico… é que, para um pacóvio, como eu, distante da capital, onde tudo se decide em silêncios estranhos, aquele despacho sobre descentralização soube-me a pouco; assustadoramente pouco.