Com o passado bem presente

Só é capaz de virar uma coisa exatamente ao contrário quem conhece profundamente a sua forma original.

Ricardo Araújo Pereira, in A dança, o sofrimento e a morte entram num bar

 

Coisas que não me interessam nada – mesmo nada: “orçamento da coligação por Braga é maior que soma de Guimarães, Famalicão e Barcelos”. (Título do diário bracarense Diário do Minho, 17.08.20)

Coisas que me interessam muito – mesmo muito: nem todos os orçamentos são verdadeiros e espelho dos objetivos que servem; ou deviam servir.

Coisas que me preocupam muito – mesmo muito: infelizmente, gasta-se em Portugal demasiado dinheiro para vender a banha da cobra; no fim nada resta.

Um vazio supremo percorre as ausências; de mensagem e sem conteúdo e dos sorrisos colocados à pressa em cartazes brilhantes.

 

Anúncios