Olhar a dois tempos; no meio do rio gelado

Quando tu nasce fudido tu aprende depressa.

Alexandra Lucas Coelho, in ao deu dará

 

O passado

O erro maior foi a Europa e o Fundo Monetário Internacional (FMI) terem resistido a enveredar por respostas heterodoxas à crise da dívida soberana. Por exemplo, terem recusado o perdão ou a mutualização da dívida da Grécia, Irlanda, Portugal e Espanha.

Kenneth Rogoff, professor de economia de Harvard e historiador das crises, Expresso (Economia), 17.08.05

 

O futuro

O risco número um é Trump. O segundo uma crise de crescimento na China.

Idem

 

Ah! Este senhor avisou que a crise que começou em 2009, disse que todos aqueles que diziam que “a crise seria diferente, passageira e leve” que “estavam iludidos”.

O resto, todos sabemos o que aconteceu.

 

Anúncios