Realidade incendiária

foto: rtve.es

Temos agora outro incêndio prestes a deflagrar. Ainda não foi decretado o alerta vermelho, mas só porque neste caso não existe uma entidade oficial com a missão de medir a temperatura ou o risco. O que é estranho, pois já todos perceberam que o risco está elevado de mais. (…)

A verdade é esta e não deixa de ser triste: este fim de semana, regressa o futebol e, já se sabe, com os primeiros jogos da nova época vão incendiar-se, ainda mais, os ânimos, exacerbar-se as clubites e aumentar a tensão.

Rui Tavares Guedes, Visão, 17.08.03

 

Nota de rodapé: na mesma edição da revista Visão, o antigo árbitro de futebol afirma que no futebol jovem há agressões a ameaças a treinadores e pancadaria entre pais das duas equipas. Todos querem ter o seu Cristiano Ronaldo para orgulho pessoal e sustento da família.

Anúncios