Um doce veneno

 

Que o corpo diplomático se converta num corpo de palhaços é um acontecimento grave, mas nada que supere a lógica de loucura que carateriza a alta sociedade.

Virgilio Piñera, in O grande Baro e outras histórias

 

Banda do casaco; que memória a ter sempre à mão!

Apetece-me tantas vezes voltar a esta banda maravilhosa que marcou definitiva e intensamente a música feita em Portugal.

Como tantas vezes num destes dias, volto a escutar estes senhores.

Paro o pensamento enquanto ouço a barquinha da lua!

E olho para um jovem cheio de talento de nome Salvador Sobral e repito “não há cu que não dê traque” que a extraordinária mão de uns senhores – Nuno Rodrigues e a Filarmónica Fraude de António Pinho – imortalizaram.

Caramba Salvador!

Anúncios