Ocupação do espaço

É de elementar bom senso pegar no desastre de Pedrógão, juntar-lhe a vergonha de Tancos, meter tudo no mesmo saco e dizer que assistimos ao cúmulo do desgoverno.

O caso de Tancos funciona como o vento no desastre de Pedrógão: amplifica a sensação de desatino. O que fica nesta frente de fogo é a discussão sobre a credibilidade do Estado e a competência de quem governa.

Manuel Carvalho, Público, 17.07.05