Debaixo da bancada; tanta gente para observar o ritual II

Descansai: não cortarei os pulsos no decurso desta crónica, nem nela tomarei a minha dose de proverbial cicuta.

Herberto Helder, in Photomaton & Box

Ainda os fogos nas palavras de quem tem patamar para mostrar do que fala:

  1. A economia perde cerca de 250 milhões de euros por ano só com os incêndios que, sobretudo no verão, têm assolado o país, ano após ano. E não perde mais graças ao trabalho heróico e dedicado dos bombeiros. (Sobe & Desce, Dinheiro Vivo, 17.06.24)
  2. A grande catástrofe do fogo no centro do país suscitou imediatamente legítimas reclamações e todos os fantasmas de imunização, mas tais reações ignoram as catástrofes lentas, o que acontece sem espetacularidade e de maneira mais serena. É o que está a acontecer a sul: o Alentejo está a transformar-se num deserto irremediável. (António Guerreiro, Ípsilon, 17.06.23)

 

 

Anúncios