Conhecimento orientado

Em horas de desânimo imagino globos de safira, de metal. Sou mestre do silêncio. Porque haveria de empalidecer uma aparência da grelha ao canto da abóbada?

Jean-Arthur Ribaud, in Iluminações

 

A comunidade budista (ou os budistas de um forma geral) costumam assinalar no primeiro dia de lua cheia do sexto mês do calendário lunar a cerimónia vesak, o dia mais sagrado do ano. Um momento para colocar flores e “acender incenso e velas junto a altares”, ou seja, uma forma de “celebrar o nascimento, a iluminação – Nirvana – e a morte (Parirvana) do fundador do budismo”.

Tudo isto acontece em maio; no mês do calendário gregoriano que orienta os nossos dias desde 1582, altura em que o papa Gregório XII mudou o rumo do calendário existente; dos imperadores romanos, isto é, de Júlio César no ano 46 a.C.

Repito: em maio. E Gregório XII.

Não há coincidências, pois não?

 

 

Anúncios