Descodificar o futuro

40-2

Sinto-me triste quando percebo o caminho que alguma comunicação social prefere seguir e, ainda mais triste por perceber que há quem alimente e prefira ser “informado” assim. Fica um vazio quando o espaço que devia ser preenchido com conteúdos que acrescentassem reflexão e conhecimento são substituídos por isto.

Eliseu Sampaio, editorial, Mais Guimarães O Jornal, 17.02.21