Quedas que voltam a derrubar

dinheiro-vivo
Foto: Miguel A. Lopes (Lusa)

Há alturas na vida em que a gente tem de decidir. O soco ou a bofetada?

Clara Ferreira Alves, E, 16.04.16

 

1. Baixos – Constança Urbano de Sousa, ministra da Administração Interna

A apresentação de uma proposta para alterar as regras sindicais nas policias mereceu protestos e obrigou a ministra a um mea culpa no Parlamento, reconhecendo uma redação infeliz que permitia cercear fortemente os direitos dos policias, escreve Martim Silva, no semanário Expresso, 17.02.04.

2. Ninguém minimamente inteligente acredita que a senhora ministra da Administração Interna quer (ou pareceria querer) calar os policias. Mesmo que ninguém duvide que é ‘tropa a mais’ tanto sindicato na Policia.

É que o desejo – não; não foi desejo, apesar de não ter corrido bem –, de limitar a liberdade de expressão dos policias portugueses não lembraria ao diabo. Ainda que a senhora ministra até admita que “pode ter sido infeliz” o desejo de silenciamento dos policias portugueses.

3. E, outra vez a mesma treta!, porque não dialoga o governo com os partidos, senhora ministra?

É para seguir a robustez do senhor Costa?

Anúncios